GRAÇA MORAIS - "Silêncios" - Exposição de desenho e pintura 01/01-20/04

A Árvore organizou, juntamente com a Associação Chaves Viva e o Município de Chaves, e com o apoio da Delegação Regional da Cultura do Norte - Ministério da Cultura, uma exposição de GRAÇA MORAIS, Silêncios, de 16 de Março a 20 de Abril de 2007, na Biblioteca Municipal de Chaves.

A inauguração realizou-se às 18.30 horas do dia 16 de Março, sexta-feira, e culminou com um concerto por Pedro Caldeira Cabral com o contrabaixista Dunken, às 21.30 horas.

"(...) Também a pintura é, como Eugénio de Andrade diz que a poesia é, uma prática do desassossego. Assim me parece ser a de Graça Morais, mesmo quando se apresenta como minúcia ou como deslumbramento. Por outro lado, simultaneamente imagem e miragem, realidade e representação, a pintura é uma das infinitas formas do espelho, lugar incoincidente de confrontação da identidade consigo mesma. E que coisa mais desassossegada há do que a identidade?(...)"
in catálogo da exposição de Graça Morais "Silêncios", excerto de texto de Manuel António Pina, Ed. Cooperativa Árvore, Março 2007


"Muito nos honra podermos contar com uma exposição de Graça Morais na nossa Cidade/Concelho/Região.
Pelo prestígio da artista, pelo contributo à divulgação/promoção da arte, pela exaltação da alma transmontana que este evento proporciona.
A obra de Graça Morais é um apelo à contemplação, à reflexão e à defesa da nossa identidade. No interior a vida é mais difícil, mas também mais rica e diversificada no seu (per)curso. Nos seus quadros, local e universal harmonizam-se de forma única.
Esta exposição é um marco incontornável na programação cultural do Município de Chaves. Acrescenta valor, aumenta responsabilidade, desafia novas iniciativas.
Município e Munícipes agradecem a oportunidade que a parceria Chaves Viva / Cooperativa Árvore proporciona."
in catálogo da exposição de Graça Morais "Silêncios, texto de João Batista, Presidente da Câmara Municipal de Chaves, Ed. Cooperativa Árvore, Março 2007


"A Associação Chaves Viva orgulha-se de poder partilhar com os flavienses esta exposição de pintura de Graça Morais, uma mulher transmontana de Vila Flor, expondo pela primeira vez de forma individual na nossa cidade.
Agradecemos-lhe o ter acedido às nossas pretensões. Que aqui, neste pedaço transmontano, Graça Morais se sinta como em sua casa e possa também cumprir esse subtil ciclo das vivências de infância, dos lugares, da terra e das gentes.
Esta exposição resulta de uma parceria entre a Associação Chaves Viva, a Câmara Municipal de Chaves e a Cooperativa Árvore, sendo a primeira de três agendadas para Chaves durante o corrente ano, pretendendo nós que seja um ponto de partida e uma oportunidade para projecção e engrandecimento da nossa cultura.
Que os flavienses e os que nos visitam a desfrutem."
in catálogo da exposição de Graça Morais "Silêncios", texto de António Ramos, Presidente da Direcção da Chaves Viva, Ed. Cooperativa Árvore, Março 2007

Horário de funcionamento da Biblioteca Municipal de Chaves
2ª a 6ª das 9h00 às 19h00